sexta-feira, janeiro 28, 2011

AGRADECIMENTOS - O desengano da vista é furar os olhos"

Cheguei a umas duas horas atrás. Mas estou tentando descansar e repensar no que preciso fazer. Contudo. Quero agradecer a TODOS por tudo, pelos bons pensamentos, boas vibrações, pelas orações, pelos auxilios nos tratamentos.
Quando fui socorrida em novembro imaginava ser apenas estresses e pressões. Porem após passar o efeito da médicação voltaram com toda a força que a tempo não sentia. Contudo sei também que toda aquela pressão tenha contribuido.
Por que já não pedi demissão? (evitarei me prolongar pois esse caso esta na justiça). Pode crer que já fiz vários planos e estudei várias saídas e percebi que diante de tantas coisas que passei e que construi preciso enfrentar o desafio de frente.
Então, a empresa em dezembro fez toda a tramitação de verificação pericial no INSS para quase dois meses depois. Pois não me pagou o mês de trabalho anterior, nem premiação de desempenho e incluisve, segundo avaliação de desempenho tinha sido conceito BOM, mesmo com o problema de sáúde, ou seja, tinha conseguido bater as metas.
Estou falando isso, porque recorri a poupança e minha mãe. E o meu medo era ter que retornar a empresa e ser demitida de imediato sem no minimo ter as condições necessárias. Eu sou assim, desde muito cedo aprendi a cuidar dos meus gastos e deveres. E mesmo tendo uma poupança não consigo ficar apenas usando o que guardei.
Agora quero ouvir a opinião de um outro especialista, pois estou com uma combinação de sintomas físicos que acredito que tenho que fazer umas investigações mais aprofundada. Não consigo admitir que mesmo com quase dois meses de afastamento continue tendo dores, inchaços. Mesmo que eu não esteja tomando nenhum médicamento. Mas faço tratamento rigorosamente, não faço uso do computador como sou acostumada (passo quase uma eternidade para concluir um textos e preciso estar revisando pois parece que algumas vezes a letra não sai do note....
Diante de tudo isso e lendo muitos relatos negativos dessas perícias (faço avaliação de tudo, busco dados, crios planos e alternativas). A minha mãe fala um ditado muito curioso: "O desengano da vista é furar os olhos" Desconhecido. Estava mesmo me conscientizando que se não conseguisse, não iria morrer doente, pelo menos não agora. E que tenho familia e amigos que estão dispostos a me ajudar. E depois de esperar lendo, com intervalos de conversas com a minha mãe, quando chamou a ficha P002. Nem tive tempo de orar antes, mas creio que todos me auxiliaram com tranquilidade e quando a médica solicitou que eu a falesse o que tinha ocorrido, mencionou de forma detalhado e inclusive lhe mostrei os exames complementares. E fez o exame de vistória se eu estava mesmo sem trabalhar examinando as palmas das minhãs mãos, em seguida deu uns petelecos nos meus nervos dos antebraço e percebeu que eles estavam mesmo endurecidos, que os dedos estao bem mais edemados que os da outra mão, seguiu-se com o exame de levantar o braço e expliquei que neste movimento sinto uma martelada seguida de outra a cada movimento e uma fraqueza. Ela mencionou que apenas acupuntura não estava evoluindo que preciso urgentemente mudar o tratamento. Informei em seguida que o médico que faz acompanhamento do meu caso estava em férias até dia 20 do próximo mês. E me falou que eu estaria com afastamento até dia 31 de março. Juro, não sei o que senti, mas agradeci muito. Pois finalmente vou poder fazer uma outra avaliação com o meu médico que sempre me acompanhou, mas com outro e seguir outro rumo para sair dessa condição.
Portanto a minha solicitação foi deferida.
Graças a Deus!!!!
E agora me sinto emocionada e obrigado pela força dada por todos,

3 comentários:

Cores do Caminho disse...

Oi Analice
Que bom que tudo se resolveu.. fico feliz por voce..
Bjos
Deus te abençoe.
Alice

Marianna disse...

Olá. Que tudo corra bem com você. Bom final de semana. bjs

Analice disse...

Ola, tudo bem?!!

Primeiramente, quero agradecer pelos votos e visitas, não vim antes pois estava em repouso devidos aos tendões que ficam inchadões quando faço movimentos...

De resto, estou bem aliviada por uma série de coisas, mas sei também e creio em Deus que é um ciclo que se fechará em breve.

um abraço fraterno, e muito obrigada mesmo.

analice silva,