quarta-feira, agosto 18, 2010

QUE ME DEIXA TRANQUILA?


Eu sou muito zen, mas também quando me comprometo com algo ou tenho alguma questão para resolver são motivos para não dormir, ficar nevorsa e ansiosa. E por isso, busco sempre me ajudar e me conhecer e não fazer promessas (não suporto), quando me comprometo faço o quanto antes, enfrentando logo a ansiedade. Ou fico tão ruim que chego a conclusão que é melhor enfrentar o que tiver por vir.

Contudo hoje me pus a pensar sobre algumas coisas que me deixam tranquila:
1- Não guardar problemas ou situações para resolver amanhã;
2- Cuidar dos meus vasos de plantas;
3- Ir as aulas de evangelização;
4- Viajar;
5- Estar na minha casa;
6- Não ter contas pendentes e por isso, aprendi a controlar os meus gastos e olha que gasto;
7- Dormir mais de 8 horas;
8 - Saber que os meus familiares, amigos, love, mãe estão bem.;
9- Fazer o bem ao meu próximo;
10 - Falar com o meu love pelo menos uma vez no dia seja via sms logo pela manhã, ou no msn no final da tarde ou ler um e-mail quando chego tarde da noite após as aulas;
11- Passear em meios as arvores, seja numa praça, no parque, num bosque ou até mesmo nas alamedas de bairros,
12 -Tomar um banho morno;
13 - A casa organizada; imagina como estou pois ainda tenho que finalizar a mobilha da minha primeira casa;
14 - Perceber as provas ou tentações e antecipar as orações aos acontecimentos, pensamentos firmes e positivos;
15 - Escutar músicas.

Assim como fez a Clarice Lispector no poema abaixo:

A Perfeição
O que me tranqüiliza
é que tudo o que existe,
existe com uma precisão absoluta.
O que for do tamanho de uma cabeça de alfinete
não transborda nem uma fração de milímetro
além do tamanho de uma cabeça de alfinete.
Tudo o que existe é de uma grande exatidão.
Pena é que a maior parte do que existe
com essa exatidão
nos é tecnicamente invisível.
O bom é que a verdade chega a nós
como um sentido secreto das coisas.
Nós terminamos adivinhando, confusos,
a perfeição.

E comecei a perceber que não me cabe duvidar dos designos divinos, demonstrando que preciso ter coragem para enfrentar a inércia das minhas imperfeições, das minhas pequenas virtudes, impulsionando a minha vontade e disciplina para aguardar a resposta no tempo de Deus.

Assim seja!

2 comentários:

cris disse...

Oi amiga! puxa, me faz falta vir aqui sabia, já tô viciando em ler o que você escreve, aprendo tanto. Preciso ler os posts anteriores, mas li as atitudes que drenam energia, tenho um texto que fala sobre elas, só que depois quero comentar tambem ok?
Pra você ver como aprendo com você, acabei de aprender mais um exercicio de auto conhecimento: escrever as coisas que me deixam tranquila, trazem bem estar, sou ansiosa assim tambem, de perder noites de sono por bobagens, as vezes uma palavra que falo pra alguem já me perturba tanto que acaba com meu dia, eu me sinto sempre culpada, mesmo fazendo tudo que posso pra viver bem com todos, mesmo com tanta coisa que a gente aprende eu ainda tenho essa mania. Vou exercitar depois te conto tá? normalmente a gente deixa de prestar atenção nas nossas necessidades por achar egoismo, mas na federação mesmo ouvi que a nossa primeira obrigação é com nosso bem estar, senão estivermos bem, não podemos ajudar os outros porque ninguem pode dar o que não tem...cadê que aprendo amiga???

Beijão, Deus te abençoe pelas palavras que ensinam tanto!

analice disse...

Eu agradeço e fico feliz que consigamos transmitir um pouquinho do que precisamos sabe sobre nós mesmos... sabe percebo hoje que muitas dúvidas se desfizeram no meu ser. e depois faço um post so sobre isso,

E quanto a se conhecer ...sabe que percebo hoje... tenho muitas coisas ainda a melhorar na analice e sei que preciso cuidar dela...

e primeiro preciso me cuidar e confiar em mim... e acima disso em DEus... até porque ja tenho muitas provas..

mas chegaremos la ... e um trabalho é de eliminação da culpa e do pecado.. elas sao descartadas justamente pelo estrago que fez e faz...