segunda-feira, novembro 08, 2010

FOTO DA SEMANA


Minha mãe e eu durante um almoço,
Penso como sou igual e diferente dela,
Como tenho tudo dela e mais um pouco,

6 comentários:

Afrodite disse...

Isso faz parte...
E isso que faz da vida linda!Sermos iguais aos nosso pais e tão diferentes...
Beijo!

analice disse...

é tenho muitos atritos com ela por isso, e ela me faz vê de uma forma muito crua algumas coisas em mim. Além é claro de me espelhar em suas atitudes de força, coragem, persistência etc...

Line disse...

Minha mãe e eu também somos iguais e diferentes, e muitos atritos também, faz parte.
Vocês são muito iguais, nossa!

analice disse...

Então, engraçado que por muitos anos não conseguia ver isso, mas hoje morando sozinha por longos anos e estamos com ela em minha casa novamente, vejo isso. As vezes, sou tão chata com ela que fico mal... durante dias... mas agradeço a Deus pelo amor dela por mim... sou resultado dele... pode crer... mas aos poucos vou me ajustando e me policiando para desfazer algumas coisas, como palavras, atitudes e percepções... preciso entender que quando ela discorta, ela tem o direito, e que já sou grandinha para fazer boa parte das coisas se consulta... e isso é que me enfraquece e as vezes no leva algum atrito...
bsjs pela visita!!!

Daniela Pedrinha disse...

Todo relacionamento tem seus altos e baixos e seus atritos, principalmente quando se trata de pais e filhos. Eles sempre nos acham crianças, imaturos.. mas por outro lado aprendemos um bocado com o exemplo deles. Que bom vc poder conviver com sua mãe de novo tão pertinho, com tudo que isso possa trazer.

Imagine a minha saudade agora que estou tão longe da minha mãe.. e olha que nosso relacionamento nos últimos anos (ela tb tinha voltado a morar comigo) era bem delicado. Brigávamos mais que cão e gato às vezes.

Um grande beijo e obrigada pela visita ao meu blog. Espero te ver mais vezes por lá.

analice disse...

Então, mas como já venho tentando melhorar o meu comportamento com ela, comigo e que todos... fico mal, quando temos algum desitendimento, pois já tenho ciência para amenizar as coisas, e defrear certas discussões não me faram nem bem e que em muito contribuirá o mal que ainda vive em mim... e falo isso sem querer ser a certinha... preciso respeita o estilo dela, e se ela nao faz isso comigo, talvez ainda nao tenhao consciencia e estar neste fato mais uma oportunidade de fortalecer os laços... pois ela ja me provou inumeras vezes que me ama...