terça-feira, fevereiro 08, 2011

CINEMA EM CASA

Desde sábado passado estou fazendo uma sessão toda tarde para distrair e usufruir um pouco dos filmes que tenho na estante. Eu costumo compra apenas filmes que sei que vou querer rever, tem filmes que são bons e marcantes, mas não compraria. Segue abaixo os que assisti nos últimos dias, não coloquei todos para não ficar uma listagrande.


A casa do lago - Eu sou uma romântica incondicional, por isso não vai adiantar reclama da minha biblioteca de vídeos. Meu namorado chama os de filmes borboletas (ingênuos, melosos, românticos). Mas este filme é um clássico. Ele é centrado no tempo e na espera, bem ficção em meio ao romantismo. Mas dar umas cutucadinhas em relação como vivemos e queremos as coisas. “Os sentimentos com uma fórmula dosada pela escritora Jane Austen, no livro” Persuasão, onde fala do esperar para o (re)encontro”. É delicado, como amo arquitetura, paisagens, desenhos. Ele mostra isso tudo.Além de ter uma trilha sonora linda.





Os Incríveis -É um filme bom, gosto das animações, dos temas, principalmente sobre o toque não se fazer inimizades, sobre o siginificado da traição, sobre o cultivo da paixão pela vida, pois não somos o que fazemos, apenas. É bem criado, mostra uso dos poderes, da comunicação, fala da relação familiar dos laços herdados e construidos, do cultivo das virtudes como poderes para o alcance do bem viver, a busca pela evolução. Além de divertir.








Passageiros - Mesmo não se declarando como espírita, o filme tem muitos conceitos espíritas sobre a morte e sobre a continuidade da vida após a morte, fala sobre os laços fraternos, fala sobre as fixações mentais mostra que todos estão por fim maior e que somos todos ajudados mesmo nos momentos mais impensados e que há sempre uma equipe de plantação para auxiliar nas nossas trajetórias, contudo dependerá do uso do nosso livre arbítrio. É instigante, surpreendentemente assustador.










Desejo e Reparação - Eu o assisto a este filme me lembrando dos conceitos abordados pelo Orgulho e preconceitos. É um filme para quem gosta mesmo de cinema, forte, com personagens fortes, com temas fortes como mentira, intriga, separação familiar, acusações, amores que não se concretizam. Ele situa os acontecimentos em meio aos movimentos conflitantes politicamente falando devido à 2º guerra mundial.

Segunda Chance - O que eu gosto neste filme é que ele fala dos sentimentos, do amor verdadeiro e faz uma separação justa dos títulos que vão adquirindo ao longo das nossas vivencias, como o de estudos, de esposa, de sucesso ou fracasso, mas nunca de um ser que trabalha suas dores, que ama que se magoa que muitas vezes guarda rancores. O cenário é muito bonito, as relações falidas, sendo um sinal para de que não penas eternas, que só se aprende amando. Fala dos parâmetros atuais. As coisas se iniciam por conveniência e assim terminam. Gosto dele justamente porque me lembra que não segui os modelos atuais e não sou menos feliz por isso ou mais por aquilo. Mas que estou em busca de mim. E será que estamos dispostos a recomeçar? A dar uma nova chance a nós mesmos?


Uma linda Mulher - Este filme é um clássico, irresistível, mostra o que muitos chamam de lenda urbana, mas já conheci histórias que contando poucos acreditam. Mas a vida é assim, coisa para ser vivida, surpresa, milagres para alguns. Mostra o lado feminino dentro de um submundo que é a prostituição feminina, contudo fala sobre o ser que se prostitui. Falando sobre os preconceitos, citando o acaso (sincronicidade).Gosto do cenário, do figurino, dos personagens etc. Eu não me canso de assisti-lo. Sempre que lembro e estou numa fase mais aguda do romantismo ou TPM assisto. Parece-me um calmante, entro no mundo dos sonhos.





Beleza Roubada - O filme acontece em torno da jovem que busca conhecer suas origens, assim como todos ou quase todos, dos pais, no caso dela. E viaja, demonstrando o desejo natural de todos os jovens que busca amadurecer essa dita viagem seja ela externa ou interna para se ajustar ao mundo adulto. E lema os temas dessa fase, que são primeiro amor, sexo, laços de amizades, mistura a arte, a vivencia fraterna em comunidade. Fala sobre essa duas fases que são adolescência e adulta e que uma necessita de outra para que não haja atropelo, traumas e é justamente isso que o titulo diz.

4 comentários:

Marianna disse...

Ótimas dicas. Alguns da sua lista eu ainda não vi, mas já guardei os nomes. bjs

Analice disse...

Ola.

tudo bem...

vale a pena, tem uma trilha boa de se escuta, um tom bom de linguagem... claro com toques de romances, mas busca centrar nos nossos sentimentos...

eu amo !!!

uma boa tarde e obrigada,

como anda o clima por essas bandas?

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Analiceamiga

Na Minha Travessa há livros e outros prémios no novo PASSATEMPO/CONCURSO. Podes ganhar, vencendo, hahahaha, tal como aconteceu à nossa Afrodite.

Posso aparecer nesse teu cine-caseiro. De Lisboa até aí é um pulinho apenas. E até poderei ir a... pé, hahahahahaha. E parabéns pelo teu blogue

Qjs = queijinhos = beijinhos

Analice disse...

Ola, obrigado pela visita,

vou sim aparecer e quem sabe,

eu amo leitura...

uma boa tarde,

e muito beijos