sexta-feira, novembro 05, 2010

QUANDO É A HORA DE PARAR?

Eu já falei algumas vezes que trabalho a 5 anos e seis meses numa grande empresa do ramo de telecomunicação brasileira, mas que ao longo destes anos passei por inúmeras coisas ruins e boas, pois nem tudo é apenas espinho ou flores. Não acredito em penas eternas e hoje mais que nunca. Depois de muito solicita que eles me mande embora e os motivos principais estão vinculados alguns projetos que desejo realizar: casar e ir morar na alemanha, mas deixar recursos meus no brasil, reformar a casa da minha querida maezinha e empreender um negócio próprio e envolver algumas pessoas da minha família e amigos: uma floricultura. Contudo segundo os meus superiores eu sou muito qualificada e seria uma perda para empresa. Mas logo isso mudou quando eles souberam que entrei com uma reclamação junto ao ministério do trabalho pelos abusos sejam de ordem materias ou/ e de psicológica-moral, hoje sou encarada como uma funcionária de segunda linha, esquivada de quase todas as decisões das equipes por onde passo. Todos os superiores já tiraram uma casquinha da minha pessoa, isto no mau sentido mesmo, abuso de poder, desrespeito etc. E sinceramente, não queria apenas pedir as contas, como uma das ex chefes me falou que seria mais vantajoso para mim, apenas solicitar e sair e que conseguiria em poucos meses com outro emprego. Engraçado? Eu posso abrir mão, mas a empresa não? Todas as tentativas de lavagens celebral falharam comigo. Mas como mais um final de ano se aproximando, longe do meu love e dos meus parentes, estou uma pilha de nervos, choro com facilidade, tenho sensações ruins, medos, crises de visões. Inclusive já estou passando por uma assistência espiritual desde o mês de setembro devido as crises alergicas que segundo a médica dermatologista estão associados com o fato psicossomático. Estou pensando em passar num psicologo ou até mesmo num psiquiatra. Alguém que eu possar expor os meus temores. E me conheço, pois quando essas coisas me acontecem fico de uma forma, que começo a questionar as minhas escolhas, os caminhos percorridos etc. E reconheço que busco coisas diferentes, penso em coisas além do atual, penso a longo prazo. Quero sempre o diferente, mas por quê? E sei que quando fiz a reclamação ajudei outras pessoas que passavam pelas mesmas coisas mas não tinham informações ou noções de como se defender destas agressões que ainda acontecem no mundo corporativo. Contudo, sei que tudo na minha vida tem um jeito, mas porque eu sou tão apressada, porque aqueles que estão ao meu redor precisão passar por isso, meu love fica sem entender porque não consigo ir, meus amigos me questionam como ainda passo por isso? Emfim,

2 comentários:

Afrodite disse...

Analice,
Procure a ajuda especializada para curar os males físicos e continue com a ajuda espiritual para os males da alma!
As nossas provações normalmente estão ligadas ao nosso progresso!Pense isso!
Eu vou rezar e mandar pra ti boas energias,amiga!
Um beijo!

analice disse...

Então, estou buscando... é que era tratada por um especialista em recife, depois que estou aqui em sampa, achei um mais depois que houve mudanças quanto ao meu plano de saúde, nao consegui retornar no mesmo medico... e faz uns meses que estou tendo crises serias de alergia ... e estou muito assustada, e por isso, mesmo já estou fazendo assistencia espiritual ... durante mais ou menos o mesmo periodo, mas vamos ve no que dar...
quanto aos desafios... é que sou um tanto mimanda ainda e tenho esses defeitos de chorar e ser reclamona.... mas estou buscando suporta com orações e tentativa de melhorar o padrão vibratorio...
um abraço e obrigada pela força